A transformação da água em vinho – uma explicação científica

Sabemos através da Bíblia que Jesus transformou a água em vinho, conforme o relato no evangelho de João 2:1-11. Mas esse milagre geralmente passa despercebido e visto como uma coisa muito simples que Jesus fizera, mas será que foi realmente simples assim? chart

Como explicaríamos esse milagre cientificamente?

A composição do vinho e da água são diferentes, embora no vinho também exista água. Mas aí existe um “pequeno problema”. A água é uma molécula que contém apenas 02 átomos de hidrogênio e 01 de oxigênio, mas o vinho contém vários átomos de carbono, de nitrogênio e outras coisas no seu meio. Cientificamente, para transformar água em vinho, Jesus necessitaria de:

1º Um reator atômico com aceleração termo-nuclear;

2º Desestruturar os átomos, ou seja, separar prótons, elétrons e nêutrons;

3º Restruturar tudo novamente para criar carbono e nitrogênio que não existe na água.

Observação: Esse processo é chamado de Fissão Nuclear.

A Bíblia relata no versículo 6 do mesmo capítulo que haviam 06 talhas com água, o que é aproximadamente 480 litros no total, pois naquele tempo as talhas cabiam em média de 80 a 120 litros cada, mas usaremos a menor medida.

Quanta energia seria necessária para transformar 480 litros de água em vinho?

Lembremos que esse milagre foi considerado um dos mais fáceis que Jesus realizou, mas não o menos importante.

Essa restruturação nuclear para transformar água em vinho necessitaria da energia de cerca de 200.000.000 (duzentos bilhões) de estrelas iguais ao nosso Sol, e isso em apenas 01 dia, para realizar tal transformação.

Mas para Jesus isso foi uma coisa básica, fácil e rápida de se fazer, a Bíblia não relata que ele se cansou ou que perdeu sua energia ao fazer isso.

Tal ato ou milagre é no mínimo inimaginável ao nosso raciocínio, somente um Deus teria poder para fazer isso não é?

Mas, o próprio Jesus disse que Ele era Deus e todos os cristãos reconhecem isso:

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.” João 1:1-3

 

“O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele. E Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele.” Colossenses 1:15-17

Agora, entenda que nosso Jesus Cristo é infinitamente poderoso e pode realizar qualquer coisa, mas na grande maioria das vezes nós colocamos nossos problemas como maiores que o poder de Jesus Cristo em nossas vidas.

Esse artigo serve para refletirmos e entendermos um pouquinho do que é Deus, de sua magnitude, poder e glória infinitos e assim nos colocarmos aos sEus pés e deixarmos que Ele tome o controle de nossas vidas.

Se Jesus fez este milagre como algo tão simples, imagina o que ele pode fazer na sua vida?

 

Referências:

Trechos retirados e adaptados de uma palestra do Dr. Adalto Lourenço a respeito da temática Ciência x Fé, [disponível neste link].

Imagem fonte: Reprodução Google

A transformação da água em vinho – uma explicação científica
4 votos até agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *