Hipocrisia Cristã e o Carnaval

Este texto circulou pelas redes sociais e contém um questionamento moral muito interessante. Não sabemos se o fato ocorreu ou se é apenas uma parábola criada por alguém para mostrar uma ideia, aproveitando a época da festa de Carnaval.chartMas decidimos disponibilizar no site, pois é muito interessante. Leia:

Um padre colocou um vídeo nos telões da Igreja – era a Globeleza dançando semi nua toda pintada, e o vídeo durou uns 15 segundos.

O povo da Igreja ficou escandalizado, então o padre perguntou:

“Alguém se incomodou com esse vídeo aqui na casa de Deus?”

É claro que o povo se incomodou, mas não falaram nada, então ele disse:

“Aqui na casa de Deus não é lugar de passar essas coisas, mas na casa de vocês isso passa o dia todo e vocês não fazem nada!
Será que a casa de vocês não é também a casa de DEUS?
Hipócritas são os que se escandalizam quando falam dos erros que ocorrem na casa dos outros, na igreja do outro, na vida do outro, na religião do outro… e se esquecem dos erros que cometem em sua própria casa.”

Vejamos a moral quando aplicamos às outras pessoas ou às outras religiões pelas coisas que estes fazem “de errado” ou de “escândalo”. Em nosso dia-a-dia queremos impor uma decência sobre as outras pessoas que muitas vezes nós mesmos não temos. O que foi descrito acima é sobre o carnaval, ou seja, um simples exemplo, mas e no restante das coisas?

Nós cristãos, assim como outras pessoas “de bem”, não gostamos de ser roubados ou enganados, pois nossa moral não aceita isso. Também não aceitamos quando outra pessoa rouba, engana, mata ou faz outra coisa de errado. Ficamos indignados certo?

Mas, e quando deixamos de pagar uma conta, uma compra que fazemos? Não estamos enganando a outra parte?

Quando damos nossa palavra a respeito de um acordo e não cumprimos, não estamos desapontando a outra parte?

Quando deixamos entrar em nossas casas conteúdos sensuais e pornográficos vindos das novelas, filmes, desenhos, música, etc… Não estamos também compactuando com isso? Não estamos aumentando a audiência do mal e com isso contribuindo para a perversão das pessoas, inclusive da nossa própria família?

Quando somos intolerantes com outras religiões ou outras pessoas por pensarem diferente de nós, por crerem diferentes de nós, também não estamos contribuindo para o ódio ao próximo?

Ora, existem milhares de exemplos que poderíamos usar, mas deixemos essas reflexões, pois que moral nós temos para julgar a moral dos outros?

Raciocine sobre isto!

Imagem fonte: Reprodução Google

Hipocrisia Cristã e o Carnaval
2 votos até agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *