Jesus – mito ou fato? Cinco fontes históricas não cristãs sobre este tema

Compartilhe

Existem muitos céticos que não estudam história e por isso simplesmente não aceitam que Jesus realmente existiu e também negam sua crucificação. Mas, a verdade é que SIM, Jesus existiu e foi crucificado.

O que se discute hoje no meio acadêmico não é mais a figura histórica de Jesus, mas se ele foi realmente um “homem que realizava milagres”, o “Deus encarnado” como o Novo Testamento O descreve. O seja, não se discute mais o mito, mas o místico, que é totalmente diferente.chartNós cristãos acreditamos no relato do Novo Testamento a respeito da vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo como fato histórico e, portanto, real. Mas para aqueles que não acreditam, existem estudos arqueológicos, antropológicos, críticas textuais, e neste caso especificamente que destacamos aqui, as comprovações (fontes históricas) em escritos de historiadores e publicações não-cristãs muito antigas.

5 fontes históricas não-cristãs que confirmam a existência e morte de Jesus

1) Flávio Josefo – historiador judeu:

“Agora havia acerca deste tempo Jesus, homem sábio, se é que é lícito chamá-lo homem. Pois ele foi quem operou maravilhas… Ele era o Cristo… ele surgiu a eles vivo novamente no terceiro dia, como haviam dito os divinos profetas e dez mil outras coisas maravilhosas a seu respeito.” (Josefo, “Antiguidades Judaicas” XVIII,3,2)

“Quando Pilatos, após ouvir a acusação feita contra ele por parte dos homens de maior estatuto entre nós, o condenou à crucificação…” (Josefo, Antiguidades, 18,63-64)

2) Tácito – historiador romano:

“Nero atribui as culpas (pelo incêndio em Roma), e infligiu as torturas mais requintadas, a uma classe odiada pelas suas abominações, chamados pela população de “Cristãos”. Christus, de quem teve origem o nome, sofreu a penalidade extrema durante o reinado de Tibério pela mão de um dos procuradores, Pôncio Pilatos.” (Cornélio Tácito, Anais 15.44)

3) Luciano de Samósata – sátiro Grego:

“Fica sabendo que, até aos dias de hoje, os Cristãos adoram um homem, a personagem distinta que ensinou os seus novos ritos, e foi crucificado por causa disso.” (Luciano de Samósata, The Death of Peregrine 11-13)

4) Mara Bar-Serapion – filósofo Sírio:

“Que vantagem veio aos judeus pelo assassinato de seu rei sábio, vendo que a partir daquele exato momento seu reino foi impulsionado longe deles?” (William Cureton,- Spicilegium Syriacum, containing Remains of Bardesan, Meliton, Ambrose, Mara Bar Serapion)

5) O Talmude Babilônico, texto rabínico Judaico – inclui esta reportagem:

“Na véspera da Páscoa, Jesus (Yeshua) foi pendurado”. (Talmud, Sanhedrin 43a)

Até mesmo estudiosos céticos como John Dominic Crossan já concordam que Jesus realmente existiu e que isso é FATO!

“Que ele foi crucificado … é tão certo quanto qualquer coisa histórica pode ser. ” (John Dominic Crossan. Jesus: Uma Biografia Revolucionária, 145)

Existem pessoas que não acreditam em Jesus como filho de Deus ou que possui algum poder como as escrituras afirmam, até aí tudo bem, pois é uma questão de fé, mas não se pode dizer que o Jesus como homem e mestre sábio não existiu.

Por isso saiba: O Jesus que você e nós cremos foi real, mesmo que alguns digam que não. É fato comprovado!

 

Imagem fonte: Reprodução Google

10 Comentários em "Jesus – mito ou fato? Cinco fontes históricas não cristãs sobre este tema"

Não comentarei, mas:
avatar
Ordenar por:   mais novo | mais antigo | mais votado
Regy
Visitante
A Universidade de Türbingen na Alemanha já realizou análises nos manuscritos de Flávio Josefo e Tácito e também de outros em busca de comprovação da existência de Jesus e Pasmem “eram falsas, foram interpolações e extrapolações nos manuscritos, não passaram nos exames grafotécnicos, de raio-x, indicando ser escrita de outra pessoa e outro tipo de tinta que no resto dos manuscritos. Mas, Já sei! A tática é a seguinte: “Diga uma mentira várias vezes que ela acaba virando uma verdade para os tolos”. Todo tempo vem essa mesma controversa vêm a tona para provocar discussões. Querem provar a veracidade da… Ler mais »
Leonardo
Visitante

E então, Regy, quando vai postar a sua referência?

João Mário
Visitante
Você está por fora, Regy. Exames grafotécnicos e de autenticidade, realizados pela Universidade Sueca de Estocolmo, provaram que as versões onde Josefo e Tácito faz referências a Jesus passaram a ter autenticação, realizadas por estudiosos como Eusébio de Cesaréia, que traduziu textos bíblicos e fez diversos estudos esclarecedores. kkkkkkkkkkkkkkkk Sem fontes dessa publicação científica tudo é possível, filhinho. Isso o que você postou é apenas um copi-cola antigo da internet que já foi ridicularizado várias vezes através de várias versões porque até hoje ninguém postou a fonte desse exame realizado nessa universidade. ————————– As versões de Flávio Josefo só são… Ler mais »
Luciferiano
Visitante

Tirando a parte da lua eu concordo em alguns pontos.
Mas veja esse vídeo e tire suas conclusões.
https://m.youtube.com/watch?v=iT1NED4jTfc
Deus vos abençoe.

André Melo Ferreira
Visitante

Regy leu um copi-cola dos tempos de Orkut e se achou o sabichão no assunto.

Regy
Visitante

Já respondi ao primeiro. Procure as referência e leia também. Se precisar use um tradutor. Quando tiver tempo, respondo as críticas do João Mário.

wpDiscuz
Translate / Traduzir