O pano novo em remendo de roupa velha e o vinho novo em odre velho

Ninguém põe remendo de pano novo em roupa velha, pois o remendo forçará a roupa, tornando pior o rasgo. Nem se põe vinho novo em vasilhas de couro velhas; se o fizer, as vasilhas se rebentarão, o vinho se derramará e as vasilhas se estragarão. Pelo contrário, põe-se vinho novo em vasilhas de couro novas; e ambos se conservam. Mateus 9:16-17

O que Jesus quis dizer com isto?

Esta é uma parábola aparentemente muito simples e as vezes passamos despercebidos por ela. Mas se tratando de Jesus, tudo o que Ele fala tem um sentido muito mais amplo do que simples palavras. chartE, antes de tudo, precisamos entender um pouco o contexto histórico da época e a importância desses elementos para aquele povo.

Roupas não eram artigos tão fáceis de se produzir naquela época, devido a falta de recursos naturais como algodão, linho, seda, etc. Apenas a lã era um pouco mais acessível por terem criações de ovelhas. Então as pessoas usavam as roupas por muito tempo, ao ponto de ficarem velhas e rasgarem, precisando de remendos, mas elas também sabiam que se remendassem usando pano novo, quando fossem lavadas o pano novo encolheria e forçaria a frágil e velha roupa, rasgando-as, e por isso, não usavam panos novos para roupas velhas.

Os Odres eram um tipo cantil, feitos de pele de cabra (couro) e usado para guardar líquidos como água e vinho. Os odres mantinham a temperatura do líquido agradável, principalmente para aquele ambiente desértico e para aquele povo que caminhava por grandes distâncias no calor médio de 40Cº. O odre novo era também muito forte e ao mesmo tempo elástico, ótimo para armazenar o vinho novo que fermentaria com o calor liberando gases, expandindo a estrutura dele.

Mas o povo daquela época também sabia que não era correto guardar vinho novo em odre velho, pois o vinho fermentaria, expandiria a estrutura do couro já sem elasticidade e com certeza, perderiam tanto o vinho quanto o odre que ainda teria uso para guardar água.

A explicação e Aplicação

Jesus trazia um ensinamento novo que batia de frente contra o velho costume dos fariseus e dos escribas, por isso os rituais e tradições do judaísmo já não podiam contê-lo.

O pano novo é o evangelho do reino que causaria ruptura na roupa velha da sociedade judaica daquela época, na velha mentalidade, porquanto Jesus não poderia ensinar conforme os costumes judaicos, pois “remendo feito com pano novo não se usa em roupa velha”.

Do mesmo modo, como não se deve colocar um remendo novo numa roupa velha, o crente não pode querer andar com Jesus e continuar na prática do pecado, ou dos velhos costumes que os afastam dEle, pois é impossível viver uma vida de santidade permanecendo com as mesmas atitudes de quando não tinha Jesus. Novo é novo e velho é velho.

Não só isto, Jesus estava mostrando que os velhos costumes, tradições e práticas religiosas eram como odres velhos que não serviam para guardar os mandamentos de Deus, nem levar o homem a Deus.

Jesus qualifica o vinho novo como o melhor de propósito, porque muitos ainda preferem o vinho velho que são as tradições, costumes e religiosidade. Atualmente muitas pessoas continuam rejeitando as novas do evangelho de Jesus, apegando-se às tradições e preceitos religiosos dos seus antepassados.

O evangelho traz a graça, o judaísmo a observação das leis e regras. Jesus veio trazer o perdão e a reconciliação do homem com Deus por meio do novo Evangelho e de uma nova mentalidade.

 

Imagem fonte: Reprodução Google

O pano novo em remendo de roupa velha e o vinho novo em odre velho
15 votos até agora

7 comentários em “O pano novo em remendo de roupa velha e o vinho novo em odre velho

  • Pingback: Você é cristão e não tem inimigos? É politicamente correto? Algo está errado! Entenda – Raciocínio Cristão

  • 10 de setembro de 2016 em 10:01 PM
    Permalink

    pq. os maiores lideres religiosos, sabem tudo da Biblia, não cura os cegos? da olimpiadas

    Resposta
    • 14 de outubro de 2016 em 3:06 PM
      Permalink

      pq quem tem o poder de curar é DEUS seu energúmeno!

      Resposta
    • 16 de outubro de 2016 em 1:54 AM
      Permalink

      hahahahahah, boa mas cria coragem pra perguntar lá pra eles vai, aí mas tem uma coisa, não deixa eles por a mão na tua cabeça pois é aí que eles te hipnotizam pra te fazer falar sugesticamente que estava dodói e aí foi curado! Como muito acontece nesses shows de hipnose nessas “igrejas pentecostais” e afins. O mal da católica é apartir é o culto aos santos que morreram, o mal da protestante é o culto a hipnose.

      Resposta
    • 31 de outubro de 2016 em 12:24 PM
      Permalink

      “Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. Serei achado de vós, diz o Senhor…” Jeremias 29.13-14

      Resposta
  • 8 de novembro de 2016 em 1:20 AM
    Permalink

    Parabéns. Até agora essa foi a melhor explicação que eu li. Obrigado! Que Deus continue usando vocês.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *