O que é pecar contra o Espírito Santo?

“Aquele que pecar contra o Filho do homem será perdoado, mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo será réu da Justiça Divina”. Marcos 3:28-29.

Dura esta palavra de Jesus. Mas, o que realmente Ele quis dizer com isto?

Muitas pessoas ainda hoje tem medo do que esta passagem representa e ficam com dúvidas se alguma vez na vida pecaram contra o Espírito Santo.chartImagine aqueles momentos de revolta contra Deus em que quase todos nós tivemos em algum momento da vida, por motivos diversos. São momentos esses que não queremos lembrar quando realmente aprendemos sobre a bondade e vontade eterna de Deus.

Mas, fica aquela dúvida: será que o que fiz ou o que falei e pensei de Deus é pecado contra o Espírito Santo?

Também existem aquelas pessoas que já cometeram assassinato, crimes terríveis ou aqueles que cometeram suicídio.

Será que estes pecaram contra o Espírito Santo?

Para entender melhor essa questão, lembremos que no contexto anterior de Marcos 3:28, ou seja, do versículo 22 em diante onde Jesus estava expulsando demônios das pessoas. Aconteceu que ali estavam alguns doutores da lei que diziam que Jesus expulsava os demônios pelo poder de Belzebu (Satanás). Esses judeus estavam com os seus corações tão endurecidos que eles deveriam ser os primeiros a perceber que aquele evento era divino e não maligno. Foi por isso que Jesus explicou a esses doutores o tamanho da barbaridade que eles diziam (Versos 22 a 27).

O que isso tem a ver com o pecar contra o Espírito Santo?

Na verdade tem tudo a ver, pois o que Jesus estava ensinando é que muitas vezes nós nos esquecemos de quem Deus é, do que Ele representa em nossas vidas, tanto para o amor quanto para a justiça, em resumo, O rejeitamos. O papel do Espírito Santo é constantemente nos lembrar disso e nos convencer do pecado que cometemos e nos lembrar que necessitamos do perdão de Deus para obter a salvação eterna.

Acontece que muitas pessoas não deixam o Espírito Santo agir em suas vidas, elas endurecem seus corações a tal ponto que não percebem o que é correto e o que não é, não conseguem discernir o que é o amor de Deus e as artimanhas do mal. São como estes doutores da lei que Jesus repreendeu.

Enquanto existir vida em uma pessoa, há chance dela ser perdoada

O que não tem perdão é o fato de uma pessoa morrer rejeitando a Deus e não se arrepender, ou seja, aquela pessoa que foi constantemente convencida do pecado por meio do Espírito Santo, mas que não se arrependeu e não aceitou o perdão de Deus nem mesmo no último momento de sua vida. Qualquer um que tenha ouvido falar de Jesus ou nunca tenha ouvido, não terá desculpa, pois Deus implantou a Sua Lei Moral no coração de cada um, de modo que todos tenham no mínimo discernimento do que é certo ou do que é errado e possam ser convencidas pelo Espírito.

E com relação às pessoas que cometeram crimes terríveis e até mesmo o suicídio?

Deus perdoa a todos que se arrependem de coração, mesmo os que cometeram pecados terríveis. Por outro lado, temos os que cometeram suicídio e que obviamente não tiveram tempo pra se arrependerem. O que será deles?

É importante lembrarmos que a Bíblia não fala o que acontece a estas pessoas, pois o julgamento de Deus será conforme a Sua justiça e não a nossa. Portanto, não temos como ter certeza, a não ser se um dia formos para o céu e encontrarmos ou não aquela pessoa que sabemos ter se suicidado.

Mas, de acordo com a Bíblia temos dois grupos de suicidas: (1º) os que viveram rejeitando a Deus e se suicidaram, estes cometeram pecado contra o Espírito Santo. Mas (2º) existiram aqueles que viveram de certa forma nos caminhos do Senhor e em determinado momento de suas vidas – por razões diversas, cometeram o suicídio; Estes serão julgados pela vida que levaram e não por um momento de fraqueza.

Como podemos saber disso? A própria história de Sansão é um exemplo.

Sansão, conforme a sua história, se corrompeu e foi subjugado por seus inimigos, mas no final se arrependeu e se matou para que os inimigos de Israel também fossem mortos (Juízes 13 à 16). Porém, vemos que mesmo ele se suicidando, ainda teve o seu nome incluso no meio dos heróis da fé. (Hebreus 11:32)

Conclusão

O pecado contra o Espírito Santo não tem perdão, porque a pessoa não quer pedir perdão por ele, porque nem os considera pecado (erro). Ninguém confessa pecado contra o Espírito Santo. Se uma pessoa confessa ter cometido pecado contra o Espírito Santo, é sinal claro que não cometeu esse pecado, porque, se o tivesse cometido, nunca pediria perdão por ele.

Portanto, não tenha medo de ter pecado contra o Espírito Santo. O seu próprio receio em ter ofendido a Deus já é prova que você não o cometeu esse pecado.

 


Imagem fonte: Reprodução Google

O que é pecar contra o Espírito Santo?
4 votos até agora

2 comentários em “O que é pecar contra o Espírito Santo?

  • 17 de agosto de 2016 em 3:44 PM
    Permalink

    Minha alma esta em paz depois de ler esse artigo e saber que mesmo uma época eu ter sido ateu todos temos salvação pela palavra de Deus

    Resposta
    • 17 de agosto de 2016 em 2:45 PM
      Permalink

      Amém querido, continue nessa luta. Todos nós somos pecadores e merecemos a morte, mas em Jesus temos a possibilidade da vida eterna. Essa é de deve ser a nossa fé e esperança. Só a graça dEle nos salva.

      Grande abraço e seja bem vindo ao nosso site.
      Deus é contigo.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *