Parábolas: Pegadas na areia

Certa noite, sonhei que estava na praia com o Senhor, e, através dos céus, passaram cenas de minha vida.

Para cada ano que passava eram deixadas dois pares de pegadas na areia, um era o meu e o outro do Senhor.

Quando a última cena da minha vida passou diante de nós olhei para trás e notei que, muitas vezes no caminho de minha vida, havia apenas um par de pegadas.

chart

Notei também que isso só acontecia nos momentos mais difíceis do meu viver, isso aborreceu-me e perguntei então ao Senhor:

Senhor! Tu me deixaste… Por quê?

Se um dia me disseste que eu resolvi te seguir que tu andarias sempre comigo. Mas notei que durante as minhas maiores aflições, havia na areia do caminho da minha vida, apenas um par de pegadas.

Não entendo porque nas horas mais difíceis de minha vida tu me deixaste.

O Senhor me respondeu:

Meu precioso filho, Eu te amo e jamais te deixaria nos momentos das suas provações e do teu sofrimento. Quando viste na areia apenas um par de pegadas, foi porque exatamente aí que, “Eu te carreguei nos braços.”

 

Autor: Margaret Fishback Powers

Parábolas: Pegadas na areia
1 votos até agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *