Deus pode criar uma pedra tão pesada que Ele mesmo não possa levantá-la?

Compartilhe

Se a resposta for SIM, Deus não seria todo-poderoso, pois Ele não teria o poder de levantar a pedra em questão.

Se a resposta for NÃO, Deus também não seria todo-poderoso, pois haveria pelo menos uma coisa que Ele não poderia fazer: criar a referida pedra.

Este é o famoso Paradoxo da Onipotência. Ou seja, de qualquer maneira, teríamos um Deus que não seria todo-poderoso e, portanto, que nem mesmo Deus seria, já que a onipotência é uma das características essenciais de Deus.chart
Se entendemos que Deus é criador do Universo, como Ele não poderia criar uma pedra como esta da pergunta?

Geralmente quem usa esse Paradoxo da Onipotência, não conhece o verdadeiro conceito de onipotência de Deus. As pessoas geralmente pensam que o fato de Deus ser todo-poderoso (onipotente), representa a sua capacidade de fazer qualquer coisa que queira. Não, não funciona assim!

Qualquer pessoa tem a capacidade de fazer algumas coisas que Deus não pode fazer e nem por isso somos onipotentes.

Exemplos de coisas que podemos fazer mas o Deus todo-poderoso não pode: Pecar, mentir, trapacear, enganar, fazer o mal, ser incoerente, entre outros.

Logicamente não estamos dizendo para alguém fazer essas coisas, mas é fato que temos o poder de fazê-las se quisermos, o que Deus não tem.

Mas, como é que dizemos que Deus é onipotente se Ele não pode tudo?

Dizemos isso porque o conceito de onipotência de Deus não é poder fazer tudo, mas sim poder fazer tudo que não seja contrário à sua natureza, à sua Palavra, ou ao seu caráter.

E o que isso tem a ver com a história da pedra do título deste artigo? 

Conforme vimos, a coerência é da natureza de Deus. Porém, alguém pode estar se perguntando: “Ok, entendi que Deus é coerente e que isso emana da sua natureza, mas Ele não poder criar uma pedra tão pesada que Ele mesmo não possa levantá-la, seria algo incoerente?

Sim, seria uma grande incoerência, pois isso é uma falácia do raciocínio. A falácia está em considerar que algo finito (pedra) poderia limitar um Ser infinito (Deus). Ou seja, a falácia da pergunta decorre de misturar na mesma categoria de coisas, categorias diferentes: finito e infinito.

Em outras palavras, Deus não pode criar uma pedra que Ele mesmo não possa levantar, mas isso não tem nada a ver com ausência de onipotência. Supor que um ente finito limitaria o poder de um Ser infinito é contrário a lógica, é incoerente, e, portanto, contrário à natureza de Deus.

Outro exemplo bem simples é sugerir que Deus possa criar um quadrado redondo, o que é logicamente impossível, são categorias de coisas diferentes, portanto se não é lógico, não é algo que Deus possa fazer e nada O desmerece em sua onipotência.

Conclusão

Como onipotência divina é fazer tudo que seja de acordo com a natureza de Deus, dele não se pode esperar que faça algo contrário a ela.

Este vídeo abaixo também explica um pouco essa questão, mas com foco na relação entre a onipotência de Deus e a nossa liberdade de escolha (livre-arbítrio):

 

Fonte: Tassos Lycurgo, Defense Of Faith

Imagem fonte: Reprodução Google


Compartilhe

12 Comentários em "Deus pode criar uma pedra tão pesada que Ele mesmo não possa levantá-la?"

Não comentarei, mas:
avatar
Ordenar por:   mais novo | mais antigo | mais votado
Luan
Visitante

Obrigado por esclarecer!
Me ajudou em outras falácias também ??

LUIS FERNANDO BIANCONI
Visitante

“Deus pode criar uma pedra tão pesada que ele mesmo não possa levantá-la?”
Até Eu Sei Responder isso: Se ele quisesse levantar a pedra ele tirava a gravidade e anula as forças contrárias a sua vontade e levantava ela.
Se ele não quisesse levantar a pedra ele colocava a gravidade e as forças contrárias e não levantava a pedra que criou, fim.
Ele poderia conseguir levantar e não levantar conforme a sua vontade. O CARA É DEUS, O CARA É SÁBIO PRA *****.

Luis
Visitante
Tenho 2 problemas com esse link, primeiro essa passagem: “Dizemos isso porque o conceito de onipotência de Deus não é poder fazer tudo, mas sim poder fazer tudo que não seja contrário à sua natureza, à sua Palavra, ou ao seu caráter.” Basicamente estão limitando onipotencia a tudo que um ser pode fazer dentro de sua natureza. Assim todos os seres seriam onipotentes por definição, pois só podem fazer aquilo que sua natureza lhes permite. O segundo ponto problemático é esse: “A falácia está em considerar que algo finito (pedra) poderia limitar um Ser infinito (Deus).” Aqui estão misturando termos,… Ler mais »
Abner
Visitante
Desculpe discordar… Posso estar errado, mas a palavra onipotência não é apenas para um atributo divino até onde eu sei. O ser humano se limitou a definir Deus como onipotente quando na verdade deveria se questionar sobre isso e adorei a sua discussão, foi bastante cética e adoro discordar de conclusões. É tudo uma questão de fé e sempre foi, mas vamos raciocinar. Seria contraditório, por exemplo, descrever que Deus pode aparecer para os seres humanos, afinal é uma regra que Ele criou e, embora possa quebrar, não irá quebrá-la, logo há leis no universo que Ele tem que cumprir,… Ler mais »
Luciferiano
Visitante
Concordo com você Abner. Eu tenho uma frase pra mim mesmo, que é: “Deus joga com o regulamento debaixo do braço.” Pode parecer meio maquiavélico esse raciocínio, mas o Êxodo é um exemplo bem prático. Já vi argumentos ateístas dizendo, que se Deus é tão poderoso, por que Ele simplismenete não usou um meio “mágico” para simplesmente levar os hebreus à terra prometida? A resposta é essa: Porque Deus usa as próprias regras do “jogo”! As pragas do Êxodo não serviam apenas para mostrar o poder de Deus, mas também para derrotar os deuses egípcios. Por isso que as últimas… Ler mais »
Charles Costa
Visitante
Bom dia amigo. Gostei bastante do artigo. Sou ateu, mas apóio a idéia de uma página denominada “raciocínio cristão” fazer o que as igrejas, na minha opinião, deveriam fazer (como sugere o nome da página). Porém discordo em um ponto do seu texto, que diz que “Deus não pode ser incoerente, mentir, fazer o mal”. Bom, nesse caso, tenho algumas dúvidas. O dilúvio, a destruição de sodoma e gomorra, as pragas do Egito, entre outras… Isso não se enquadra em FAZER O MAL? Pedir para que Abraão matasse o seu único filho, enviar Moisés para o Egito para resgatar seus… Ler mais »
Raciocínio Cristão (admin)
Admin

Olá Charles, boa noite.
Obrigado pela cordialidade, queria que todos ateus (e religiosos) também tivessem essa mesma atitude.
Querido, peço que aguarde um pouco para responder suas perguntas, pois você escreveu várias que para te responder adequadamente vou precisar de pontuar uma a uma. Assim que possível, voltarei a entrar em contato contigo.

Grande abraço. Paz!

Rogério Silva
Visitante

Amém!

Verdadeiramente “DEUS”, não pode ir contra seus princípios…

Ir. Rogério Silva (84) 99120-9471

Rogério Silva
Visitante
Amados! Temos ainda algumas coisas a considerar… “DEUS”, não poderá, jamais ir de encontro a seus princípios, “Princípios Morais” é bom que se diga, pois fora disto, ele pode tudo, daí entra as questões dos milagres, como exemplo, em, Mateus 14:26 – “E os discípulos, vendo-o [andando sobre o mar], assustaram-se, dizendo: É um fantasma. E gritaram com medo.” e em, Marcos 6:49 – “Mas, quando eles o viram [andar sobre o mar], cuidaram que era um fantasma, e deram grandes gritos.”. Veja! Neste caso, ele foi de encontro a própria natureza a qual ele criou e que estabeleceu regras… Ler mais »
wpDiscuz