Cristianismo é a maior religião do mundo e ainda será em 2050, estima relatório da IBMR

O relatório de duas páginas é o trigésimo primeiro de uma série anual do Boletim Internacional de Pesquisa Missionária – IBM® que estabelece, de forma sumária e anual, a atualização de estatísticas religiosas significativas. A série começou três anos após a publicação da primeira edição de David Barrett, na Enciclopédia Cristã Mundial (WCE – World Christian Encyclopedia. Oxford University Press, 1982). A WCE foi ampliada em uma segunda edição em 2001 e acompanhada por um volume analítico sobre a Tendência Mundial do Cristianismo (WCT – World Christian Trends, William Carey Library, 2001). Em 2003, foi lançado o Bandoqr code cristianismo a maior religiao do mundo de Dados do Mundo Cristão (WCD – The World Christian Database; mais tarde publicada por Brian Brill) para atualizar a maioria das estatísticas no WCE e WCT.

O Atlas do cristianismo global (Edinburgh Univ. Press, 2009) foi baseado em esses dados e foi destaque ao longo de 2010. As Religiões do Mundo nas figuras, por Todd Johnson e Brian Grim (Wiley-Blackwell, 2013), contempla a metodologia de contagem religiosos ao redor do mundo. Em meados de 2014 Brian Grim, Todd Johnson, Vegard Skirbekk, e Gina Zurlo produziram o primeiro de uma série de periódicos anuais intitulado “Livro Anual de Demografia Religiosa Internacional” [Yearbook of International Religious Demography. Acessível neste link]

Relatório redesenhado

Em 2015 foi redesenhado o quadro estatístico anual, excluindo muitas categorias anteriores e acrescentando algumas novas. As categorias excluídas incluem dados sobre habitantes rurais, não alfabetizados, frequentadores de igrejas, conselhos de igrejas e diversas variáveis de evangelismo. Apesar de monitoramento cristãos dentro de cada tradição que estão ativos na missão e evangelismo é válido, mas não encontramos uma forma de corroborar estes especial estima com pesquisas e dados da pesquisa. Neste relatório foi quebrada a categoria “cristãos independentes” em seis subcategorias, de acordo com a região. Em todos os casos, os valores globais são derivados por adição de dados sobre 234 países.

Diversidade Religiosa

Uma nova categoria adicionada em 2015 foi a Diversidade Religiosa, uma medida composta de quão diverso e religioso cada país é. Esta medida é adaptada a partir do campo da economia (estudos de quota de mercado). A menor diversidade possível é representada por 0 e a maior por 1.

O mundo como um todo é consideravelmente mais diversificado em 2015 do que era em 1900, mas essa diversidade agora dá um ligeiro declínio. Enquanto muitos países no mundo ocidental estão se tornando mais diversificados através de secularização e de imigração, outros estão se tornando menos diversificados.

Em 2015 os países mais diversificados foram a Coreia do Sul, com pelo menos 0,82 e China, com 0,81, enquanto o mundo como um todo (contribuições individuais de todos os países) está em 0,45. O país menos diversificado é o Afeganistão, com 0,00 (99,8% muçulmana). [Esses dados e métodos estão disponíveis no The World’s Religions in Figures, chapter 3. Acessível neste link]

Pós-cristandade

Outra nova medida é a percentagem de cristãos que vivem em países que são 80 por cento ou mais Cristãos. Em 1900 ela foi de 95%, em 1970, havia caído para 76%, já em 2015 tinha diminuído novamente, para 52,4%. Este fenômeno está relacionado à diversidade religiosa; os países historicamente genuinamente cristãos, estão cada vez menos cristãos, devido a secularização e imigração.

Contato pessoal

Os cristãos constituem um terço da população mundial. E, por conseguinte, pode se esperar que um número significativo de não-cristãos têm algum tipo de contato pessoal com um cristão. Este não é o caso, no entanto, uma vez que os cristãos não estão uniformemente distribuídas em todo o mundo. Alguns países têm grandes maiorias cristãs, enquanto em outros, constituem pequenas minorias. Dentro de um país, ou até mesmo uma cidade, adeptos de diferentes religiões podem ser isolados uns dos outros de muitas maneiras, incluindo geograficamente, etnicamente, socialmente, e economicamente.

A fim de estimar o número de não-cristãos que podem ter contato pessoal com um cristão, uma fórmula tem sido desenvolvida e aplicada a cada grupo etnolinguístico de pessoas. Assim, para cada não-cristão na população mundial, não é feita uma indicação da presença cristã e contato. Somando valores ponderados para cada país, região e continente produz um total global. Embora estes números são estimativas, eles oferecem uma avaliação preliminar um déficit crítico. No geral, budistas, hindus e muçulmanos têm relativamente pouco contato com os cristãos. Em cada caso, mais de 86% desses religiosos não conhecem um cristão (ou, conforme informado na linha 50 da tabela completa, apenas 14% de todos não-cristãos conhece um cristão).

Estimativa para 2050

Como o relatório estimativo que foi produzido em 2015 para 2025 está agora há apenas dez anos de distância, foi expandida a tabela para incluir estimativas para 2050. A Divisão de População das Nações Unidas projeta números da população de todos os países do mundo de 1950 até 2100, o que permite basear as as projeções para a religião em seus números. Embora essas projeções devam ser tratadas com cautela, elas apontam para algumas tendências importantes.

De particular interesse: em 2050, a população mundial vai cruzar a marca de 9 bilhões, e os cristãos devem enumerar 3,3 bilhões, ou 36%. Nota-se que esse percentual está agora em ascensão, depois de cair por quase um século. Parte disto pode ser explicado pelo fato de que o crescimento do cristianismo no Hemisfério Sul está agora superando as perdas no Hemisfério Norte. Há também estudos específicos sobre a Igreja cristã, como por exemplo o número de templos e número de Bíblias impressas e distribuídas. Finalmente, os não evangelizados vão subir para 2,6 bilhões, ou 27,3% da população mundial.

Abaixo está uma tabela resumida do estudo. O estudo completo (com todas as categorias, inclusive as citadas neste artigo) pode ser acessado através do link da referência, abaixo da tabela.

Compilado de: International Bulletin of Missionary Research, vol 39, No. 01, pag 29.
Compilado de: International Bulletin of Missionary Research, vol 39, No. 01, pag 29. (clique na imagem para ampliá-la)

Referências:

Christianity 2015: Religious Diversity and Personal Contact / Status of Global Christianity, 2015, in the Context of 1900–2050 [acessível neste link]

Imagem topo: reprodução Google

Avalie este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *