Hebraico é o alfabeto mais antigo do mundo – afirmação gera polêmica na comunidade acadêmica

Compartilhe

Douglas Petrovich, arqueólogo da Universidade Wilfrid-Laurier em Ontário, no Canadá, gerou polêmica na comunidade acadêmica internacional ao afirmar que encontrou evidências reais de que o hebraico é o alfabeto mais antigo do mundo. De acordo com ele, os israelitas no Egito converteram 22 hieróglifos num alfabeto hebraico há mais de 3.800 anos.

A maioria dos eruditos concorda que o alfabeto mais antigo do mundo é provavelmente semita. Petrovich afirma que a conversão de hieróglifos num alfabeto escrito foi uma tentativa das pessoas que falavam hebraico de criar as suas próprias expressões escritas durante o tempo em que os israelitas viveram no Egito.

Um desenho das inscrições da laje (à direita) mostra as letras hebraicas antigas ao lado das correspondentes letras hebraicas modernas (verde).

O arqueólogo vem trabalhando em sua pesquisa desde 2012. Começou a traduzir inscrições do Egito Médio em placas de pedra, que pareciam ser precursores ou exemplos reais de um alfabeto hebraico. Ele diz ter encontrado referências a Moisés que se alinham com referências bíblicas a Ahisamach e Asenath, duas figuras bíblicas, além da palavra “hebraico”.

Sopa de alfabeto – Uma nova descrição do hebraico como o alfabeto mais antigo do mundo inclui estas letras hebraicas hebraicas propostas (meio), com correspondentes letras hebraicas modernas (à esquerda) e fontes hieroglíficas egípcias para letras (à direita).

Petrovich reuniu as suas provas e apresentou a sua teoria num livro intitulado “World’s Oldest Alphabet” (O Alfabeto Mais Antigo do Mundo). No entanto, o arqueólogo reconhece que existem pessoas céticas em relação a sua teoria, mas sugere que, ao invés de apenas criticá-la, tentem refutar suas descobertas. Ele ainda insiste que, se o que encontrou está correto, inevitavelmente outros chegarão à mesma conclusão.

Nota: Em alguns artigos nós já havíamos tratado deste assunto de forma mais abrangente. Abaixo estão os links: 

→ Qual a diferença entre Hebreu, Israelita e Judeu?

A Torre de Babel existiu e há evidências reais que comprovam sua história

 

Fonte: 

PHYS ORG – Archeologist claims to have found proof that Hebrew was the first written alphabet

Imagens fonte: Science News


Compartilhe

Seja o Primeiro a Comentar!

Não comentarei, mas:
avatar
wpDiscuz