Parábolas: Penas ao vento

Compartilhe

Conta-se que, num tempo e lugar distantes, um jovem levantou falso testemunho, inventando uma história repleta de meias verdades sobre uma pessoa inocente. A fofoca se espalhou rapidamente e começou a prejudicar a vítima.

Ocorre que ao ver os danos causados, o jovem se arrependeu e procurou um velho sábio para conversar e pedir orientação.

O sábio o atendeu calmamente, ouvindo cada uma de suas palavras. Ao final disse:

Você está realmente arrependido deste ato?

O jovem rapidamente respondeu que sim e que inclusive já havia pedido perdão à pessoa que injustamente havia acusado.

Então o velho sábio respondeu:

Já que é assim, peço que você faça o seguinte:

Pegue um travesseiro de penas, suba no cume de uma montanha e solte as penas ao vento.

O jovem ficou admirado e questionou:

Só isso?

O sábio disse que sim, mas pediu para que o jovem voltasse a vê-lo novamente.

No dia seguinte o jovem voltou muito satisfeito. Então o sacerdote disse:

Agora você está preparado para cumprir a outra parte: Volte à planície e recolha todas as penas novamente no travesseiro e venha me mostrar.

O jovem olhou sem entender e disse:

Mas isso é impossível!

Então o velho sábio lhe explicou:

Justamente. Da mesma forma é impossível reparar a fofoca, a mentira, falso testemunho. Apenas porque a misericórdia de Deus é infinita, você poderá receber o perdão. Mas o mal que você provocou ficará pairando sempre, como penas ao vento. Pense bem antes de falar novamente algo contra alguém!

 

Fonte: desconhecida

Imagem fonte: Reprodução Google


Compartilhe

Seja o Primeiro a Comentar!

Não comentarei, mas:
avatar
wpDiscuz