Diferença entre o padrão bíblico para a família e o padrão do mundo

Por que será que a sociedade atual, mesmo com tantos avanços sociais, educacionais, culturais, e tecnológicos, entre outros avanços, está enfrentando tanta violência e alteração de valores morais?

Texto chave: Efésios 5:22-25 

Um doutor chamado Charles Vinick da Universidade de NY pesquisou mais de 2000 culturas que já existiram no mundo e chegou a conclusão que em apenas 55 dessas culturas que já existiram eram culturas unissexuais, ou seja, não havia papel definido para homem e mulher. Ele chegou a conclusão que esse tipo de cultura rapidamente se extinguiram. chartUma sociedade não é mais forte do que a vitalidade de suas famílias e a vitalidade das suas famílias depende de como os sexos se relacionam, de como o papel masculino e feminino são definidos dentro da família. E se os papeis forem iguais ou confusos, essa sociedade está fadada a extinção.

Hoje o que vemos é um verdadeiro bombardeio da mídia contra a instituição chamada família e os papeis que homem e mulher tem a responsabilidade de desempenhar.

Quando uma mulher é chamada de dona de casa, para muitas mulheres isso é visto como algo de segunda classe, medíocre, exploração. Mas na maioria das culturas do mundo esse sempre foi o papel da mulher. Não quer dizer que as mulheres não possam ser outras coisas.

Quem está por trás desses “valores” é o diabo pois ele sabe que se destruir a família, ele destrói o ser humano e se destruir o ser humano, ele bagunça com a sociedade e destrói a nação.

O homem hoje está sem o seu papel definido, houve um enfraquecimento do papel do homem na família . A mulher agora é provedora. Muitas vezes ele também não toma conta em casa porque a mulher já faz isso.

Um sociólogo e intelectual chamado George F. Gilder estudando a sociedade atual fez um estudo de que quando um homem não é responsável por uma família, ele canaliza a sua agressividade sexual contra a própria sociedade. Ele chegou a alguns números interessantes e preocupantes:

– 90 % dos crimes violentos são cometidos por homens,

– 95% dos assaltos às casas são cometidos por homens,

– 90% de motoristas embriagados são homens,

– 70% de suicídios são cometidos por homens,

– 100% de estupros são cometidos por homens,

– 90% da violência contra a família (mulheres e crianças),

– 80 a 90% de todas as patologias sociais (vícios de drogas, prostituições e doenças sexuais, etc.) são culpa dos homens.

É fato de que hoje o homem procria e desaparece, perde seu papel. Ao ferir a masculinidade, o homem devolve essa violência contra a cultura que o rejeitou.

Porque de tanta violência no mundo?

A violência do homem:

Ele canaliza essa violência contra a cultura que o rejeitou como autoridade. Milhões de pessoas estão sustentadas no modelo bíblico pra família, ou seja, a figura do pai, a figura da mãe e sua descendência. A maior contribuição que o casamento tem dado a civilização é isso. Se destruir isso, a sociedade entra em caos.

Querem destruir os valores da família, e os papeis do homem e da mulher na família. Se fizerem isso, a sociedade acaba. Homens e mulheres são diferentes, mas não é porque são diferentes que significa que a mulher seja inferior, ambos compreendem a imagem de Deus.

Homem e mulher são diferentes por um projeto determinado pelo criador para construir a família.

Exemplo simples: o jogo de quebra cabeça se completa não porque as peças são iguais, mas porque são diferentes e se completam e se encaixam. Deus na sua infinita sabedoria planejou o homem e a mulher diferentes para eles se completarem e formar o todo que é a família (Gênesis 2:18 – 24).

A sociedade sem Deus como vemos, diz que homem e mulher são iguais, mas não é verdade

Homens e mulheres são diferentes: anatomicamente, sexualmente, psicologicamente, emocionalmente e bioquimicamente. Homem e mulher podem até mesmo mudar de genitálias, mas não de sexo porque na concepção todas as células de um indivíduo são marcadas se esse é macho ou fêmea.

Mulher:

Um bom exemplo que a mulher é diferente do homem é um ciclo chamado de “estações da mulher” que é o “ciclo menstrual”, isso influencia tanto na parte física quanto psicológica da mulher.

1ª Semana “primavera”: o corpo da mulher volta ao seu estado normal e libera um hormônio natural chamado Estrogênio;

2ª Semana “verão”: é a melhor semana da mulher, a liberação do estrogênio está no pico, a mulher fica mais otimista, mais alegre, mais confiante, autoestima acima, sexualidade aguçada, ela está preparada para procriação;

3ª Semana “Outono”: já não tem liberação do estrogênio, pois começa a liberação de outro hormônio chamado Progesterona que inibe a liberação do Estrogênio e causa a tensão pré-menstrual. A mulher fica irritada, agressiva, depressiva, angustiada, pois está chegando o “inverno”.

4ª Semana “inverno” que é a menstruação: a mulher tem cólica, mal estar, etc.

Mulher e homem são muito diferentes, portanto, não podem ter os mesmos papeis. Para negar sua feminilidade, a mulher tem que negar sua biologia de procriação.

As feministas durante muito tempo disseram: “mulheres, nós não precisamos dos homens”. Depois de algumas décadas se chegou à conclusão de que as mulheres estão estressadas, exaustas e aos 30 anos cuidando dos filhos sozinhas.

Existem papeis para o homem e papeis para mulher, responsabilidade do homem e responsabilidade da mulher e responsabilidade comum a homem e mulher, dentro de um relacionamento como a família.

Homem:

É a base e o fundamento da família. Quando Deus fez o homem, entregou o jardim pra ele prover e cuidar e deu uma lei para ele: “da árvore do fruto do bem e do mal você não tocará” (Gênesis 2:17). Quando Deus deu essa lei para o homem Adão, a mulher Eva nem existia.

Deus nunca falou com Eva sobre a árvore do bem e do mal, porque Deus deu a responsabilidade ao homem pra manter sua família de acordo com aquela regra estabelecida. No capítulo 3 de Gênesis, quando a mulher pega o fruto e come, podemos ler que nada acontece, mas quando o homem come é que o pecado fica estabelecido, porque a lei foi dada ao homem e não a mulher.

Então, quando Deus vai chamar a responsabilidade sobre o fato, não fala nada com a Eva. Deus chama a Adão, pergunta por que ele comeu do fruto proibido e como ele sabia que estava nu (esse “nu” possui um sentido muito mais amplo do que apenas nudez física, mas abordaremos esse assunto posteriormente). Deus chamou a responsabilidade do homem e não da mulher, e quando Deus estabelece a sentença pelo erro (Gênesis 3:16-17) Ele a direciona de forma diferente para o homem e para a mulher.

A sentença quanto ao erro da mulher está relacionada a ela mesma, ou seja, ela terá filhos com dores, o teu desejo será para teu marido.

A sentença do homem é mais profunda, Deus fala ao homem: “a Terra será maldita por tua causa”, a terra não ficou maldita por causa da mulher, mas por causa do homem. Porque o homem era responsável por tudo, ele era o guardião de toda a Terra, então por causa do erro dele, toda a criação foi atingida, por isso é que vemos tantas coisas “no mínimo estranhas” que ocorrem na natureza, certas coisas que muitos “especialistas” pensam ser naturais mas não são. São consequência do mal que o homem deixou entrar no mundo.

Quando a Bíblia diz que Cristo é a cabeça de todo homem e o homem a cabeça da mulher e Deus a cabeça de Cristo (1ª Coríntios 11:3), com relação ao homem, não é no sentido de um chefe que dá ordens, manda e os outros tem que obedecer, mas é no sentido de responsabilidade. O homem é o principal responsável pela família.

Deus projetou o homem para ser o provedor e protetor, o homem foi estruturado emocionalmente e fisicamente para isto. Tirando o homem desse papel, a família corre risco e a sociedade também, pois o homem é a base e o fundamento da família.

Então se o homem é a base e o fundamento da família, ele tem pelo menos sete (7) responsabilidades principais e a mulher duas (02) responsabilidades principais.

Responsabilidades do homem:

1º Liderança: ele é o responsável pela provisão de autoridade, quem manda e quem obedece, os filhos olham para o pai esperando dele a autoridade. Gênesis 18:19 – Deus fala uma coisa de Abraão, Ele diz que sabia que Abraão iria prover a família dele pra seguir a Deus depois dele. Abraão vai ordenar a casa dele porque a liderança e a responsabilidade prioritária são do homem;

2º Disciplina: instrução e correção. Quando os filhos do sacerdote Eli bagunçaram com o sacerdócio, Deus não falou com a mulher de Eli, falou com ele (1ª Samuel cap. 2). Se existe um filho rebelde em casa, não adianta apontar pra mulher, é responsabilidade do homem. Deus reclamou com Eli e não disse uma palavra com a mulher dele;

3º Necessidades Básicas: alimento, roupas, moradia, estudo, etc;

4º O homem é o maior responsável pelo desenvolvimento do sentimento mais importante, o amor: Maridos, amai vossas mulheres (Efésios 5:22 em diante), não está dizendo pra mulher amar o marido. Deus sabe que os filhos olham para o pai e esperam ver no pai o amor demonstrado por palavras e atitudes. A mãe pode ser muito amorosa, mas se o pai é um homem que demonstre afeto, existem muita chance de que esses filhos não serão afetivos com seus filhos também e que não saberão demonstrar com palavras e atitudes o amor;

5º O homem dever ter relações sexuais habituais com sua mulher (1ªCorintios 7:3): se o homem não conseguir realizar essa função, deve procurar ajuda na palavra e na medicina. Mas o homem tem que ter intimidade com sua mulher não somente na área sexual. Existem homens casados a muito tempo que nunca viram a mulher nua e vice versa. Essa intimidade também é relativa a coisas do dia-a-dia como, saber compartilhar com a mulher o quanto ganha, seus compromissos, as coisas do seu trabalho, o que gosta e o que não gosta no dia a dia, isso tudo deve ser sabido de ambas as partes;

6º Fazer tudo para que a mulher seja feliz, dar a vida por ela (Efésios 5:22-25): o homem é o principal responsável por suprir as necessidades básicas da mulher. A sociedade diz que a mulher deve se entregar ao homem, mas na Bíblia diz que é o homem que deve se entregar para sua mulher e se for necessário, dar a vida por ela;

7º O homem é o principal responsável pela salvação de sua família: Quando o povo de Israel estava confuso não sabendo a quem seguir, Josué disse: vocês podem seguir o que vocês quiserem, mas eu e minha casa serviremos ao Senhor (Josué 24:15). Em Atos 16 quando o carcereiro de Filipos queria se matar, Paulo diz não faças tal coisa, e ele pergunta o que farei para me salvar? Creia no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.

O pesquisador George Barna, em seu livro “A batalha pelo coração do homem” diz que quando o homem é convertido, 93% consegue levar também sua família para a igreja, quando a mulher se converte sem o homem, 17% e as crianças 2%. Porque o homem é o principal responsável pela família.

Principais responsabilidades da mulher:

1º Auxiliar, apoiar, cooperar (Gênesis): quando a Bíblia diz para a mulher ser submissa ao homem, significa que ela deve aceitar a missão do homem, elas foram feitas para serem apoiadoras e auxiliadoras, para aceitarem a missão do homem na sua responsabilidade maior dentro da família, é a mulher que vai ajudá-lo a liderar, a colocar ordem na casa, a suprir as necessidades básicas. Não é uma obediência sega, pois é uma relação de mutualidade e reciprocidade.

A mesma palavra que diz que a mulher deve ser submissa ao homem, isto é, aceitar a missão do homem, esse mesmo texto diz que o marido deve amar a mulher e se entregar por ela. É uma relação de mutualidade, não é uma submissão cega a um grosseiro, sem educação, mandão e machista. A mulher está numa relação de troca, ela aceita a missão do homem porque ele a ama e faz tudo para que ela seja feliz. Este é o conceito de Deus para o casal.

A Bíblia não diz para que o homem “deite e role sobre a mulher”. Quando a mulher atual ouve a palavra “submissão”, isso causa uma repulsa, pois para sociedade atual que deturpa a palavra de Deus, submissão ao homem significa dizer que a mulher tem que aceitar um macho que manda e violenta e que o que ele quer tem que acontecer.

Mas a ideia da Bíblia não é essa, o homem é a cabeça no sentido de responsável, porque toda a estrutura que não tem comando se autodestrói. Qualquer negócio, qualquer instituição que não tiver um responsável maior, se acaba.

Deus na sua infinita sabedoria colocou o homem como responsável maior e não como um chefe que violenta a mulher e que esta deve obedecer aos desmandos e caprichos de um macho ignorante. Então a mulher deve ser quem ajuda e colaboradora com seu marido na sua missão de principal responsável pela casa, pela família

Foi Deus quem criou a família e a maioria das culturas estão fundamentadas nesse princípio que está sendo violentamente bombardeado para desestabilizar as famílias. A palavra de Deus não foi feita para uma cultura apenas, mas para todas;

2º Edificar sua casa com sabedoria (Provérbios 14:1): fazer de seu lar um lugar feliz e sadio, filhos sadios e maridos equilibrados. E como fazer isso? Provérbios 24:3-4 diz: com a sabedoria se edifica a casa, com a inteligência ela se firma; E pelo conhecimento se encherão as câmaras de todas substâncias preciosas e deleitáveis.

a) Sabedoria: inteligência inspirada por Deus, ver com os olhos de Deus;

b) Inteligência: compreensão, percepção, entendimento;

c) Conhecimento: aprender, descobrir, saber.

Com essas 3 coisas a mulher faz de sua casa um lugar feliz. Mas como a mulher faz isso?

Provérbios 31:10 em diante tem mais uma receita pra mulher fazer o lar dela um lugar de felicidade:

– Mulher virtuosa, quem a achará?

– O seu valor excede pedras preciosas. Mulher de virtudes, prendada, “pau pra toda obra”, sabe fazer muitas coisas.

– O coração do seu marido está nela confiado e nela nenhum bem de família faltará (ou em outra tradução, nenhuma fazenda faltará). O homem confia totalmente nela.

Ela lhe faz bem e não mal todos os dias da sua vida. Uma coisa boa da mulher é a beleza dela em saber fazer o bem, pois uma mulher maldosa é extremamente perigosa.

É como um navio mercante que de longe traz o seu pão, ou seja, não mede esforços pra trazer o melhor pra sua família, ela vai a qualquer lugar em favor da sua família.

– Ainda de noite se levanta e dá mantimento a sua casa e tarefa as suas servas (não acorda ao meio dia).

Examina uma herdade e a compra; planta uma vinha com o fruto das suas mãos, ou seja, sabe negociar.

– Cinge os seus lombos de força, e fortalece os braços, mulher sempre disposta e não foge do trabalho pesado.

– Prova e vê que é boa a sua mercadoria, e a sua lâmpada não se apaga de noite, ou seja, ela trabalha enquanto é necessário.

– Estende as mãos ao fuso, e as palmas das usas mãos pegam na roca, ou seja, sabe fazer roupa.

– Abre a sua mão ao aflito, e ao necessitado estende as suas mãos, ou seja, é generosa.

– Não temerá por causa da neve, porque toda a sua casa anda forrada de roupa dobrada, ou seja, a mulher não tem medo da adversidade.

– Faz para si tapeçaria de linho fino e de púrpura é sua veste, ou seja, sabe se vestir e não anda com roupa escandalosa.

Conhece-se o seu marido nas portas quando se assenta com os anciãos da terra, ou seja, um marido de uma mulher como essa é respeitado por outros homens.

– Faz panos de linho fino e vende-os, e dá cintas aos mercadores, ou seja, se a situação está ruim, ela faz muitas coisas para não deixar sua família no sufoco. Ex: fazer e vender comida, produtos, artesanatos, etc, pra ajudar em casa em tempos de aflição.

– A força e a glória são as suas vestes, e ri-se do dia futuro, ou seja, suas grandes virtudes são a honra e a energia, não se preocupa com a velhice.

– Abre a boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua, ou seja, mostra sabedoria quando ensina e corrige com amor. Não é ignorante que dá tapa na cara dos filhos ou xinga seu marido.

– Olha pelo governo de sua casa e não come o pão da preguiça (aquela que come o pão da preguiça sempre arruma uma desculpa pra não fazer as coisas), ou seja, a mulher que não é preguiçosa e que mesmo cansada, sente prazer em fazer o que é bom ou necessário para os filhos e marido.

– Levantam-se seus filhos, e chamam-na bem-aventurada, como também seu marido, que a louva, dizendo: Muitas filhas agiram virtuosamente, mas tu a todas és superior. Ou seja, os filhos dizem, minha mãe é formidável, minha mãe é maravilhosa e o marido diz: pode existir mulher virtuosa, mas igual a minha não tem.

– Enganosa é a graça e a vaidade a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada. Ou seja, os encantos de uma mulher podem ser ilusão com o passar do tempo, mas a verdadeira beleza de uma mulher está em honrar e obedecer a Deus.

As responsabilidades de ambos:

1º Ensinar (Provérbios 22:6, Efésios 6:4): ensinar é andar junto;

2º Entesourar (2Coríntios 12:14): devem deixar um legado para os filhos;

3º Respeitar o espaço dos filhos (Efésios 6): respeitar os filhos no que eles querem ser e não no que o pai e a mãe quer. Desde que estejam dentro dos parâmetros corretos;

4º Satisfação mútua: Marido satisfaça a mulher sexualmente e a mulher ao homem (1 Coríntios 7:3), é responsabilidade de ambos;

5º A prioridade do homem no casamento é a sua mulher e a prioridade da mulher no casamento é seu marido (1 Coríntios 7:32): existem mães que quando tem filhos, se acabam cuidando deles e se esquecem do seu marido. Tem maridos que se acomodam com essa situação e deixam de dar prioridade para sua mulher, as vezes, deixa de dar prioridade para seus filhos também pois a mulher não deixa;

O que as mulheres e filhos esperam dos homens?

Homens que saibam quem são, saibam onde estão indo, homens que coloquem mulheres e filhos acima dos seus interesses e objetivos egoístas, homens que lutem por aquilo que acreditam e homens que sabem em quem creem e que sirvam verdadeiramente a Deus.

Ser homem significa ter autoridade, responsabilidade, ter palavra, e esta palavra deve ter valor. Ser homem é fazer, realizar, é fazer história.

As 03 coisas mais importantes que os pais podem deixar para seus filhos

1ª lugar: Exemplo;

2ª lugar: Exemplo e em

3ª lugar: Exemplo.

Ou seja, na vida do casal, sua maior missão é dar o exemplo de uma vida correta, de amor mútuo, de companheirismo, de temor ao Senhor, para seus filhos e pessoas ao redor.

Como você trata sua mulher, como você trata seu marido, como você empenha sua palavra, tudo que faz, seus filhos estão te olhando, a sociedade num todo também está de olho. A melhor coisa que um pai pode fazer pelos seus filhos, é amar a mãe deles, a melhor coisa que a mãe pode fazer para seus filhos, é amar o pai deles.

Se você criou seus filhos dentro de padrões de normalidade e cumpriu seu papel como pai ou como mãe, não com perfeição, pois somos imperfeitos, mas cumpriu seu papel e mesmo assim seus filhos fizeram escolhas erradas em suas vidas e resolverem se afastar de Deus, não se sinta culpada ou culpado, pois você cumpriu seu papel.

Os maiores intercessores dos filhos não são os líderes religiosos, não são irmãos de igreja, não são parentes, mas sim os pais que são crentes e que vivem nos caminhos de Deus. Se os pais não são crentes, os filhos devem interceder pela sua família.

Conclusão

A sociedade está violenta porque as famílias estão sendo desestabilizadas. Satanás quer destruir tudo que vem de Deus, e a família foi a primeira instituição de poder criada por Deus. Não deixe que isso aconteça com sua família. Você já sabe o caminho, só basta segui-lo.

 

Imagem fonte: Reprodução Google

Diferença entre o padrão bíblico para a família e o padrão do mundo
2 votos até agora

6 comentários em “Diferença entre o padrão bíblico para a família e o padrão do mundo

  • 26 de agosto de 2016 em 12:57 AM
    Permalink

    Boa noite!
    Sou pesquisador e encontrei seu texto muito realista par ao que tenho feito.
    Tem como me informar a sua fonte, de onde extraiu os seguintes dados:
    “Pesquisas comprovam de que quando o homem é convertido, 70% leva a sua família, quando a mulher se converte sem o homem, leva 27% a sua família, e 3% são as crianças. Porque o homem é o principal responsável pela família e não a mulher.”
    Grato

    Resposta
    • Raciocínio Cristão (editor)
      26 de agosto de 2016 em 12:01 PM
      Permalink

      Olá Rogério, tudo bem?
      Esse é um dos primeiros textos que fizemos no Raciocínio Cristão, lá em 2010, embora a data esteja em 2014, pois foi quando fizemos a migração de servidor pela primeira vez. Infelizmente na época não tínhamos o costume de relacionar as fontes de referência, pois o blog era algo muito particular, mas que com o passar dos anos foi crescendo e isso ficou meio que esquecido. É algo que temos que rever.
      Mas existe um livro onde o Pesquisador George Barna fala a respeito, se chama “A batalha pelo coração do homem”, mas lá ele dá outra estatística, criança 2%, mulher 17% e homem 93% da família que leva sua família para igreja. Ele mantém um centro de pesquisas sobre questões relacionadas ao cristianismo e comportamento, familia, etc.. neste site http://www.barna.com

      O nosso artigo se baseou em partes do livro de Edwin Louis Cole, chamado Homem ao máximo. De uma lida na descrição dele: http://www.livrariasfamiliacrista.com.br/livro-homem-maximo.html Esse livro também está online, mas não sei se quem publicou possui autorização para ter digitalizado o mesmo, de qualquer forma, fica a seu critério: https://issuu.com/marcelobianchini/docs/homem_ao_maximo_-_edwin_louis_cole_

      Se você gosta deste assunto, acho que os livros de Edwin L. Cole seriam muito bons pra você.

      Desculpe não poder ajudá-lo muito, pois esses temas não são nossa linha principal de tratamento, mas agora estamos com uma educadora como colunista e ela em breve fará artigos muito bons sobre esses temas. Se inscreva para receber nossas atualizações. ok?

      Deus te abençoe, grande abraço.

      Resposta
      • 30 de agosto de 2016 em 9:07 PM
        Permalink

        Muito obrigado!
        Me ajudou bastante.
        Também sou escritor e as vezes me deparo com informações que se encontram em minha mente, mas, por não ter feito o fichamento, acabo perdendo tempo na busca da fonte, quando escrevo um artigo para um site ou revista.
        De qualquer forma, meus parabéns pelo conteúdo, que muito tem me atraído.
        Quanto ao Edwin L. Cole, este já se encontra em meu banco de dados pessoal.
        Deus te abençoe!

        Resposta
      • 30 de agosto de 2016 em 9:15 PM
        Permalink

        Muito obrigado!
        Me ajudou bastante.
        Mas não encontrei esse livro na internet “A batalha pelo coração do homem” tem como me informar a editora e ano da publicação? ou me enviar o link de onde posso encontrá-lo?
        Também sou escritor e as vezes me deparo com informações que se encontram em minha mente, mas, por não ter feito o fichamento, acabo perdendo tempo na busca da fonte, quando escrevo um artigo para um site ou revista.
        De qualquer forma, meus parabéns pelo conteúdo, que muito tem me atraído.
        Quanto ao Edwin L. Cole, este já se encontra em meu banco de dados pessoal.
        Deus te abençoe!

        Resposta
        • 30 de agosto de 2016 em 11:00 PM
          Permalink

          Olá Rogério, que bom que ajudou de alguma forma.
          Então, eu também havia procurado esse livro na internet e não encontrei. Eu lembrei disso pois eu tenho uma anotação antiga e até numa pesquisa rápida encontrei um outro site citando o mesmo livro, duma pregação sobre família que o pr. Silas Malafaia fez (se não em engano) em 2007 ou 2008. Eu recomendo você procurar nos vídeos dele sobre família pois não lembro agora em qual vídeo eu vi, mas as pregações dele, principalmente as antigas sobre família são muito boas e ele geralmente dá referencias pras pessoas pesquisarem. Não compactuo com a mesma visão de cristianismo que ele, mas em se tratando desse tema ele é bom.
          Como provavelmente é um livro é antigo e não teve muita saída, não encontra-se na internet. Isso se ele não errou o nome do livro também neh? tem essa também.
          Desculpe não poder ajudar muito.
          Abraços

          Resposta
  • 21 de novembro de 2016 em 8:28 PM
    Permalink

    TODA IGREJA DEVERIA TER UMA SALA PARA HOMENS E MULHERES SEPARADOS PARA SEREM DISCIPULADOS, ORIENTADOS SOBRE ESSE ASSUNTO, POIS MUITOS CRISTÃOS ESTÃO AGINDO PIOR QUE OS INCRÉDULOS EM RELAÇÃO AS SUA RESPONSABILIDADES CONFORME A PALAVRA DE DEUS. GOSTEI MUITO DESSE ESTUDO.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *