Você possui uma alma ou você é uma alma?

Existem muitas interpretações sobre essa palavra e fatalmente geram uma grande quantidade de doutrinas erradas, mas a explicação é tão simples que se todos lessem o que diz a Palavra de Deus com atenção, não haveriam problemas.chartGênesis 2:7 diz que Deus formou o homem do pó da terra e soprou o fôlego de vida em suas narinas, e este se tornou ALMA VIVENTE.

Então, é fácil entender o que significa certo?

Deveria ser muito fácil de entender, mas porque existem tantas interpretações para o mesmo termo? Onde está o problema? 

Em nenhum lugar da Bíblia há referência à alma como uma “entidade imortal”, capaz de viver independentemente de nosso corpo. Nem fala do espírito (com “e” minúsculo, que significa o fôlego de vida vindo de Deus, que não deve ser confundido com o Espírito Santo, com “E” maiúsculo) como uma entidade que possa existir à parte de nossa natureza física. Ou seja, não fomos criados com partes independentes temporariamente interligadas, mas em um todo indivisível.

O que há muitas vezes são erros de interpretações. É que em certas passagens, a palavra “alma” é usada num contexto poético ou profético, mas não literal, e isso confunde muito quem não tem certo conhecimento na separação dos contextos, os quais a palavra está inserida.

Por exemplo:

O salmista escreveu no Salmo 116:7:

“Volta, minha alma, para o teu repouso, pois o Senhor te fez bem.”

– Aqui vemos claramente um contexto poético do autor, pois se a alma do salmista estava fora, então como ele estava vivendo?

Apocalipse 6:9-10:

“E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?”

– Aqui vemos um contexto simbólico-profético, pois Apocalipse é um livro profético e usa linguagem simbólica. Vemos esse mesmo contexto simbólico usado com a palavra “sangue” em Gênesis 4:10-11

“E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra. E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão.”

Sangue fala (clama)? Terra possui boca? 

Logicamente que não. Aqui está inserido um contexto simbólico que demonstra a importância do evento. Assim como em Apocalipse 6:9-10 que vimos acima, demonstra a importância da justiça que será feita à aquelas pessoas que morreram por amor a Palavra de Deus, mas ao mesmo tempo, mostra que Deus está aguardando o tempo necessário para que outros possam ser salvos, conforme é dito em Mateus 24:22

Alma

A palavra “alma” é derivada do termo original hebraico “nephesh“(נפש), que significa “vida, pessoa, coração ou criatura“, ambos os termos significam “algo que é vivo em sua totalidade“.[1] Aparentemente, toda a confusão envolvendo a palavra tenha parece ter surgido do termo erroneamente traduzido do Latim “animu“, ou “o que anima“, que indica que é a alma quem dá função ao corpo.

Outra possível confusão se dá ao termo em grego “psique” ou psychḗ (ψυχή) que foi transliterado originalmente como “respiração” e “sopro“, mas também era um conceito dos antigos gregos que definia o self (“si-mesmo”), abrangendo as ideias modernas de alma, ego e mente [2].

O espírito

Embora não seja o tema desse estudo, achamos importante entendermos o significado de espírito (em minúsculo), pois geralmente ele também é confundido com a alma e, as vezes (biblicamente), até usado para se referir ao próprio ser humano, do mesmo modo em contexto poético e simbólico ao qual o autor bíblico se expressa, como no caso do termo alma.

No Antigo Testamento, a palavra hebraica para espírito é “ruwach” (רוח), aparecendo 377 vezes, sendo traduzida como “vento”, “fôlego” ou “espírito” (Gênesis 8:1), “princípio vital” (Gênesis 6:17; 7:22), “coragem” (Josué 2:11), “vitalidade” ou “força” (Juízes 15:19), “disposição” (Isaías 54:6) e “caráter moral” (Ezequiel 11:19).

O “espírito” ou “fôlego” de uma pessoa é o mesmo que o “espírito” ou “fôlego” dos animais (Eclesiastes 3:19 e 20). Esse fôlego volta para Deus por ocasião da morte, e o corpo retorna ao pó, de onde veio. (Jó 34:14; Eclesiastes 12:7) [3]

No Novo Testamento, a palavra grega “pneuma” é igualmente traduzida como “espírito” ou “respiração“. Ou seja, nem no Antigo e nem no Novo Testamento “ruwach ou pneuma” referem-se a alguma entidade inteligente/consciente capaz de existir independentemente do corpo.

Entendendo de forma correta e simplificada:

Pó da Terra (corpo) + Fôlego de Vida (espírito) =Alma vivente” ou o mesmo que “Ser vivente“.

O corpo/pó da terra (os elementos terrestres)

O espírito (vida proveniente de Deus).

Então, todos nós somos Almas Viventes ou Seres Viventes, que é a mesma coisa.

 

Referências:

[1] Dicionário Bíblico Strong, Léxico Hebraico, Aramaico e Grego – 2012, 05315 נפש Nephesh, procedente de 5314; DITAT – 1395a; n f.; pg 692

[2] Alexandre, Charles. Lexique grec-français a l’usage des commençants. Paris: Hachette, 1843, p.401.

[3] Dicionário Bíblico Strong, Léxico Hebraico, Aramaico e Grego – 2012, 07307 רוח Ruwach
procedente de 7306; DITAT – 2131a; n. f.; pg 957

Você possui uma alma ou você é uma alma?
1 votos até agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *